VoltarAbrindo a cozinha / Como é calculado o valor de cada entrega?

Como é calculado o valor de cada entrega?

Sempre que recebe uma rota, o entregador já consegue ver qual é o seu valor final, antes mesmo de aceitar a entrega. Esse é o valor da rota.

E como é formado o valor da rota?

Por três coisas:

Retirada do pedido no restaurante + entrega para o cliente + distância rodada.

O valor da rota pode variar de acordo com:

  • O número de pedidos, caso haja agrupamento;
  • O perfil da cidade;
  • A hora e dia da semana;
  • O modal (carro, moto, patinete ou bicicleta).

O valor mínimo da rota é sempre de R$5. Ele nunca é menor que isso e geralmente é o valor das entregas mais curtas.

E como o valor da rota pode mudar?

Outros fatores podem impactar positivamente o valor da rota em momentos específicos.

Por exemplo: o iFood realiza algumas promoções com o objetivo de casar a oferta e demanda por entregas. Isso costuma acontecer em datas comemorativas e fins de semana.

Lembrando que as promoções são sempre um valor adicional por rota. O iFood preza pela segurança no trânsito e não compactua com promoções que incentivem o aumento de velocidade nas vias.

Além disso, há uma taxa adicional se o entregador estiver longe do restaurante. Na maioria das cidades, essa taxa é adicionada a partir de 5 km de distância.

Além dos valores pagos pela rota, existem as gorjetas.

Depois de entregar o pedido, o cliente pode enviar, pelo app, uma gorjeta como agradecimento pelo serviço prestado.

Esse valor pode ser de R$2, R$5 ou R$10, e é repassado integralmente, sem nenhum desconto. É importante frisar que o iFood não faz nenhum tipo de desconto ou retenção destes valores.

Por fim, como evoluíram os ganhos dos entregadores no período recente?

Todos os entregadores ficam sabendo do valor por rota antes de optar por aceitar ou declinar a entrega. Em setembro passado, o valor médio por hora trabalhada fazendo entregas foi de R$ 23,47.

É verdade também que o entregador fica logado no aplicativo esperando surgirem os pedidos, enquanto podem estar logados também em outras plataformas. Então, se considerarmos o ganho médio de maio por hora online na plataforma, o valor é de aproximadamente R$ 11,68. Para fins de comparação, significa o dobro do valor da hora do salário mínimo.

Não reduzimos os valores das rotas durante a pandemia. 54% dos entregadores estão ganhando igual ou mais do que antes, enquanto 62% dos brasileiros perderam renda durante a pandemia.

Os dados são de pesquisa do Instituto Locomotiva feita por telefone em abril com 1.241 entregadores de todo o Brasil que utilizam diversas plataformas de entrega. Se quiser saber mais sobre este estudo clique aqui. aqui.

Voltar