VoltarMedia center

iFood lança tecnologia para ajudar restaurantes a operar de maneira mais segura na reabertura dos salões

“Na Mesa” permite que clientes façam pedidos e efetuem pagamentos em seus celulares no restaurante sem cobrar tarifas dos estabelecimentos pelo serviço até final do ano

Em um momento que ainda exige cuidados, o iFood segue desenvolvendo iniciativas e soluções para apoiar os restaurantes. A partir das medidas de flexibilização do isolamento social no país, muitos restaurantes começam a se preparar para a reabertura dos salões. Para esta nova fase, a empresa desenvolveu uma tecnologia para auxiliar esses estabelecimentos a oferecer mais segurança no salão para que os clientes possam voltar a frequentar os espaços e será isento de taxas até final de 2020.

Com o ‘Na Mesa’, o app passa a permitir que usuários iFood utilizem seu próprio aplicativo no celular para consultar o cardápio, customizar seus pedidos, efetuar pagamentos e acompanhar o status de preparo - minimizando assim a necessidade de contato físico, que é recomendado para este período de retorno à normalidade. A tecnologia de autosserviço funciona tanto para quem quer consumir no local quanto para quem prefere levar a comida para viagem. O recurso funcionará por meio de um QR Code que estará no balcão ou na mesa do restaurante e que deverá ser escaneado utilizando o próprio app para então escolher o prato direto no cardápio digital.

“Restaurantes de todo o Brasil, por meio da tecnologia, se reinventaram ou impulsionaram o seu processo de digitalização para atravessar esse momento de pandemia de forma segura e sustentável. A partir de agora, com o início da reabertura, nos antecipamos para trazer tecnologia por meio do “Na Mesa”, que dará maior segurança para que os clientes voltem a frequentar esses locais. Comandando sua experiência na palma da mão, eles evitam aglomerações em filas e ganham tempo, conforto e tranquilidade”, explica Jason Oh, head de Novos Negócios do iFood.

O ‘Na Mesa’ passa a ser implantado a partir da segunda semana de julho em todo Brasil. A expectativa é que, até setembro, 50 mil restaurantes já tenham aderido à tecnologia.

Voltar