VoltarMedia center

Pesquisa inédita* do Instituto Locomotiva afirma: iFood tem a melhor performance em relação aos cuidados e comunicação com o entregador durante pandemia

  • Os entrevistados relatam conhecer as medidas preventivas e de proteção do iFood e se sentem mais engajados para atuar durante a pandemia.
  • Além disso, a maioria dos entregadores afirmam ter mantido ou aumentado renda com entregas no último mês
  • Maioria esmagadora de entregadores pretende continuar trabalhando com entregas por aplicativo mesmo após o fim da pandemia de coronavírus.

Levantamento inédito do Instituto Locomotiva, feito a pedido do iFood, mostra as percepções dos entregadores em meio a pandemia do covid-19 no Brasil.

O estudo apurou que 56% dos entregadores tem a atividade no app como a PRINCIPAL fonte de renda, sendo que para 4 em cada 10, o app é a ÚNICA fonte de renda.

Entre os entrevistados, mais de 80% dos entregadores conhece ao menos uma medida tomada pelos aplicativos, sendo que a avaliação das medidas foi teve a média de 8,7 pelos entregadores. Dentre as empresas de delivery, o iFood tem a melhor performance em relação aos cuidados e comunicação com o entregador. Os entrevistados relatam que as ações da empresa, como entrega sem contato, plano de benefícios em saúde, fundos de proteção, distribuição de álcool em gel e máscaras, os deixam mais engajados para atuar deixam mais seguros para atuar com as entregas durante a pandemia.

92% dos entregadores pretendem continuar trabalhando com entregas por aplicativo mesmo após o fim da pandemia de coronavírus. O estudo aponta ainda que 94% enxergam mais flexibilidade para compor seus horários ao trabalhar com entregas por aplicativos.

Medidas para entregadores

No total, a empresa já investiu mais de R$ 14 milhões em ações exclusivamente para entregadores.

  • fundo de R$2 milhões para entregadores com sintomas da doença ou de grupos de risco.
  • distribuição de kits de higiene com álcool em gel, máscaras,
  • plano de serviço em saúde com descontos de até 80% em consultas médicas, exames e medicamentos
  • a iniciativa de dobrar o valor das gorjetas dados entre 1 e 30 de abril, totalizando R$4,4 milhões distribuídos
  • a extensão do programa de benefícios Delivery de Vantagens a todos os entregadores do país, com descontos em diversos serviços em especial para seus veículos.

Confira aqui todos os detalhes das iniciativas

*A pesquisa reuniu os relatos de 1.241 entregadores, entre homens e mulheres, coletados entre 23 e 26 de abril, em praça nacional. Metodologia: pesquisa quantitativa telefônica com questionário estruturado. A margem de erro é de 2,8 pontos percentuais

Voltar